Empreendedorismo Materno

A loja Terráquea é um empreendimento materno e faz parte de uma rede chamada Maternativa - onde mães empreendedoras se ajudam, trocam ideias, conhecimentos e compram das mães. Conheça mais sobre esse tipo de negócio que fortalece mulheres, tornando-as independentes, e consequentemente criam crianças mais felizes.

Toda mulher exerce um papel importante na sociedade, sendo muitas vezes a provedora da família. Pela sua independência, a chegada de um filho muitas vezes significa abdicar de seu cargo para dedicar-se à vida materna. É possível que, no fim da licença maternidade, já tenha cogitado a ideia de abandonar de vez a carreira e começar algo novo. Isso quando não acontece de retornar ao trabalho e ser dispensada.

Ainda existe distinção dentro de empresas perante as mulheres que desejam ser mães, pois são vistas como gasto. No meio de tudo isso, muitas mães estão empreendendo, abrindo seus próprios negócios de casa, com o intuito de independer-se dos chefes e ainda ficarem mais próximas dos filhos. E não são poucas que vêm aproveitando a maternidade para criarem um empreendimento.

No entanto, é preciso lembrar que, enquanto o trabalho se torna flexível e adaptado à nova vida, a responsabilidade é multiplicada: além da rotina de mãe, todo novo negócio requer atenção com finanças, parcerias, lançamento, publicidade, burocracias. Mas nenhuma mulher está sozinha: já existem redes e consultorias especializadas para mulheres empreendedoras. Assim, há orientação quanto aos trâmites para abrir um novo negócio e os primeiros passos. Já existe todo um novo nicho de treinamento, congressos e cursos de como a mulher pode trabalhar de casa, usufruindo dos negócios digitais, compartilhando experiências em blogs e sites. 
Ser dona do próprio negócio ainda gera estranheza nos moldes da sociedade, acostumada ao regime CLT. Mas o resultado chega, com empenho e dedicação. Não é do dia para a noite, mas muitas mulheres admitem estarem gratas e mais felizes, pois, ao empreenderem, também têm a oportunidade de estarem mais próximas dos filhos, participando do crescimento em fases muito importantes. 



PLANEJAMENTO NESCESSÁRIO PARA EMPREENDER
O principal motivo de micro e pequenas empresas não passarem do primeiro ano de vida é a falta de planejamento. Assim, por o pé no chão e traçar o caminho e passos para seu próprio negócio é fundamental antes de vencer o medo e começar:

1) Primeiro, é importante escolher algo que goste de fazer e estudar as possíveis formas de comercializá-lo com baixo investimento.
2) Pesquise o mercado, verificando onde estão as lacunas na qual seu produto ou serviço pode se encaixar. Conhecendo o consumidor, você consegue customizar e criar diferenciais no seu negócio.
3) Descreva suas metas. Busque consultoria, se necessário.
4) Avalie a concorrência.
5) Tenha uma reserva, para casos de emergência.
6) Trabalhe seus medos para aumentar a autoconfiança.
7) Teste seu produto antes de investir recursos.
8) Trabalhe duro.

Ter o próprio negócio pode exigir bastante atenção, mas sem as rotinas de escritório e livre das amarras de horários, você pode estar mais próxima da família. Essa nova visão está a cada dia ganhando mais adeptas, preocupadas com o desenvolvimento dos filhos, afinal, a participação dos pais é muito importante. Logo, os lucros não serão apenas financeiros, mas também os ganhos em poder curtir bons momentos com os pequenos e ter mais qualidade de vida.


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados